A luta entre a Água e a Montanha.

Minha amada alma, que és tão forte,
Que aguardas um futuro risonho,
Uma postura firme, perante a morte,
Expulsa esse medo medonho.

Não te laves em águas malditas!
Pois com palavras eu me imponho...
Somos Marquês entre Jesuítas!

Minha amada alma que és tão forte,
Contaminada pelo veneno sagrado,
Mantém a postura perante a sorte,
Uma bala no corpo desse passado!

Espalha as sementes que crias pela voz,
Mesmo que de ti seja separado!
Enquanto o amor nos for recusado!

Edgar Sacadura - Uma lenta (R)evolução
www.facebook.com/poemasepoetasdarua


A luta entre a Água e a Montanha. A luta entre a Água e a Montanha. Reviewed by Edgar Sacadura on terça-feira, dezembro 03, 2013 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.