Ontem - número - 1 - número

Por vezes a dúvida apodera-se de mim, e esta dúvida é asfixiante e assustadora. Acaba por se estender, por todo o cérebro, por todas as certezas que se tinham antes. É nesta altura, minado de incertezas e pequenos nadas, onde nem o sentimento me vale, e tento chegar ao nada, a um silêncio interior, a um qualquer ponto de partida, porque estas dúvidas podem ser destrutivas, e podem acabar por destruir (tal como a confiança) o que construímos durante meses ou anos, em meros segundos.

Edgar Sacadura
Poemas e poetas da rua - www.facebook.com/poemasepoetasdarua
Ontem - número - 1 - número Ontem - número - 1 - número Reviewed by Edgar Sacadura on segunda-feira, dezembro 16, 2013 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.