Dada

Um dia, avião e tapete de saia.
Janelas partidas e erros ortográficus,
E a vida passa.
Entre os dedos de um Dragão Verde,
Verde de Flores e vergonhas,
E uma pedra binária em Mesa,
Revistas orientadas,
Enjoadas, contra corrente,
Num blog forçado do beijo,
Rede cinza e uma vida inteira,
Neste caminho forçado em camisa,
E o cheiro a mofo...

Edgar Sacadura
Poemas e poetas da rua
Dada Dada Reviewed by Edgar Sacadura on terça-feira, abril 29, 2014 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.